Brigitte Helm, A Deusa Eterna De Yoshiwara!!!

Brigitte Helm, A Deusa Eterna De Yoshiwara!!!
Brigitte Helm, A Deusa Eterna De Yoshiwara!!!

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Resenha de Filme - Dois Caras Legais

Dois Caras Legais. Os Impagáveis!
Uma película curiosíssima paira em nossas telonas. “Dois Caras Legais” é um daqueles filmes que mistura ação com comédia e aposta na química de dois conhecidos atores: Russell Crowe e Ryan Gosling. E podemos dizer que essa dupla acabou funcionando muito bem, com uma trama bem envolvente e que prendia a nossa atenção do início ao fim, mesmo que ela fosse um tanto complicada em seu início.
Vemos aqui a história de dois sujeitos que, na verdade não eram tão legais assim (daí toda uma ironia implícita no título do filme, que devemos ressaltar aqui, é uma tradução literal do título original, uma raridade nas versões brasileiras dos títulos dos filmes estrangeiros, diga-se de passagem). O primeiro é Jackson Healy (interpretado por Crowe), um cara que é pago para rachar ao meio vagabundos que perseguem ou seduzem mocinhas indefesas. E o segundo é Holland March (interpretado por Gosling), um investigador particular decadente que vive de enganar senhoras senis que o contratam para procurar por seus maridos ou parentes já falecidos. O destino dos dois irá se cruzar quando March é contratado para procurar uma tal de Amélia enquanto que Healy é contratado para protegê-la. Só que essa Amelia tinha uma ligação com uma atriz pornô que havia sido assassinada e era procurada por toda uma quadrilha de gângsters. Assim, os dois “bons moços” vão se unir para procurar Amelia e desvendar todo o mistério que ronda a moça.
Não vou dar mais “spoilers”. Mas só quero alertar que, ao início, a história é um pouco maçante, dado o excesso de detalhes, e o espectador mais desavisado pode perder um pouco o fio da meada. Entretanto, não é necessário se preocupar muito, pois depois a história fica bem mais clara e definida, com uma trama interessante. Outro detalhe muito legal é que o filme se passa no ano de 1977 e toda uma ótima reconstituição de época é feita, com direito a muitos automóveis dos anos 70 andando pelas ruas, uma radiografia das preocupações da época como a poluição galopante que levava a manifestações pelo direito dos passarinhos respirarem (!) e um clima pesado de “Hermes e Renato” ao longo da película (um dos bandidos do filme, inclusive, era a cara do Hermes). Não é preciso dizer que todo o estranhamento que temos com relação à década de 70 hoje foi usado como elemento cômico do filme (as referências à série “Os Waltons”, por exemplo!!!) e de forma muito eficiente, diga-se de passagem.
O elenco é outro ponto de destaque. Além das presenças dos medalhões Crowe e Gosling, não podemos deixar de destacar a presença de uma envelhecida Kim Basinger e, quem diria, um ainda mais envelhecido Gil Gerard. Os dinossauros de plantão vão se lembrar desse nome. Ele era o ator que interpretava Buck Rogers na série de mesmo nome que passava nas tardes de domingo na Globo lá no início dos anos 80. Sua participação foi curtinha no filme, mas não deixou de ser uma homenagem, já que esse ator pode ser considerado um ícone da década de 70. Outra atriz que merece destaque é Angourie Rice, que interpretou a filha de March, Holly. A menina mandou muito bem, a ponto de colocar o durão Healy numa tremenda crise de consciência ao perguntar se, em seu ofício, ele matava as pessoas ou não. Alias, falando novamente dos protagonistas, se Crowe fez um papel mais machão, como alguns outros em sua carreira (embora sua carreira não possa ser rotulada com estereótipos), a boa surpresa foi com Gosling, que teve um personagem com um conteúdo cômico bem maior e ele conseguiu segurar bem o rojão que é fazer comédia, um gênero realmente difícil. Seu jeitão meio mané convenceu bastante e despertou boas risadas do público da sala.

Assim, “Dois Caras Legais” tem bem aquela cara de filmão americano, daqueles que mistura ação com comédia, mas teve uma boa química entre os atores protagonistas, fez uma boa reconstituição de época e ainda contou com algumas participações especiais de atores que não víamos há algum tempo na telona. Tudo isso acaba proporcionando motivos suficientes para se dar uma chegadinha ao cinema e conferir. Diversão garantida. E não deixe de ver o trailer após as fotos.

Cartaz do Filme

 
Um detetive e uma vaca brava...

O primeiro encontro deles não foi lá essas coisas...

Finalmente acharam Amélia!!!

Hermes?!?!?

Kum Basinger deu o ar de sua graça...

Angourie Rice (centro). Grata surpresa...






Nenhum comentário:

Postar um comentário